Portadores da Síndrome de Down da Associação Juliano Varela reivindicam oportunidade de trabalho.

Portadores da Síndrome de Down da Associação Juliano Varela reivindicam oportunidade de trabalho

Na manhã desta terça-feira (14), a Associação Juliano Varela, levou alunos da entidade acompanhados da Assistente Social e funcionários, para a sessão ordinária na Casa de Leis, para reivindicarem sobre o Projeto Dow Eficiente, o qual já tem Lei Sancionada pela Casa, porém não estão conseguindo oportunidade de trabalho.

 

De acordo com a assistente social, Janaína Batista, responsável pelos alunos da associação, diz que o Projeto Dow Eficiente, “ a Associação Juliano Varela conta com 214 alunos participantes do projeto, porém, capacitados no momento temos 20 alunos que participam de um curso especial, para que possam ser incluídos no mercado de trabalho. Além desse curso, eu faço o acompanhamento mensal nas empresas onde eles trabalham, para sanar as dúvidas dos profissionais quanto ao que eles podem realizar ou não, e como pode ser realizada as funções. Além de acompanhar para saber se eles realmente estão realizando as funções para as quais foram contratados, pois, a lei para eles é de jornada de trabalho de 4 horas pelo período da manhã e à tarde a presença é obrigatória na associação para que possam dar continuidade as atividades, como exercícios, acompanhamentos psicológicos, fonoterapia, entre outros”, pontua Janaína.

 

Para Débora, aluna da entidade, “Eu quero trabalhar, quero aprender e conhecer pessoas, estamos aqui para pedir oportunidade”, afirma.

 

Para André Salineiros, vereador que convidou a Associação para participar da sessão, “A Lei não é minha, deixo claro isso, porém, o nosso trabalho aqui é verificar as leis que existem e não estão sendo cumpridas. Uma lei tão nobre como essa, de inclusão social, deve ser cumprida, em 22 de março foi autorizada pela Casa e em Abril pelo Executivo, precisamos realizar algum tipo de incentivo as empresas, as instituições para que essas pessoas sejam contratadas. Fiquei sabendo pela presidência que teremos um funcionário portador da síndrome aqui na Casa de Leis, trabalhando pela Casa, e isso é uma ótima notícia”, pontua vereador.

 

Segundo vereadora Dharleng Campos, “estive presente na Associação, vi de perto todo o trabalho realizado para eles, tudo o que eles aprendem e precisamos realmente fiscalizar para que seja cumprida a lei, eles precisam dessa oportunidade de trabalho e a inclusão nos dias de hoje é essencial, além do fato de serem pessoas alegres, determinadas”, conclui vereadora

 

A instituição realizará uma caminhada na próxima terça-feira (21/03), no centro da Capital até a Praça Ary Coelho, a partir das 7h e 30 minutos, para mobilizar os empresários da Capital em prol dos alunos.

 

A Associação Juliano Varela, está localizada na Avenida Fábio Zahran, nº 653, no Bairro Vila Carvalho, os empresários que quiserem obter mais informações sobre a contratação e os alunos deve entrar em contato com a Assistente Social, Janaína Batista, através do telefone (067) 3026 – 8828.

Flavia Andrade/Capital News

Lei sancionada no ano passado precisa de incentivo para que as empresas contratem funcionários portadores da síndrome

Debora e Breno alunos da Associação Juliano Varela

Deivisson Lopes Pimentel – Bibliotecário
http://www.deivissonlopes.wordpress.com
http://www.bibliotecadeivissonlopes.wordpress.com

Imagem relacionada

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s