Pai e filha recorrem à polícia por falta de psiquiatras em Franca, SP

A dona de casa Suzely da Rocha Neves diz que há 12 anos faz tratamento contra depressão no Ambulatório de Saúde Mental de Franca (SP). Nesta quinta-feira (21), quando chegou à unidade para a consulta de rotina, foi surpreendida pela notícia de que não havia médicos para atendê-la.

Irritada com a situação, Suzely e o pai, o aposentado Nelson da Rocha Neves, procuraram a Polícia Civil e registraram um boletim de ocorrência contra a Prefeitura. “Eu já tive duas tentativas de suicídio. Não posso ficar sem os remédios”, disse a dona de casa.

Sete dos nove psiquiatras que atuavam no Ambulatório pediram demissão em novembro e, até agora, as vagas não foram preenchidas. Em nota, a Prefeitura informou que atendimentos emergenciais estão sendo realizados no Pronto Socorro Dr. Álvaro Azzuz por médicos e psicólogos.

“Eu posso ficar muito ansiosa sem os remédios, não sei qual pode ser a minha atitude, talvez eu faça até uma besteira”, disse Suzely, ao lado de outros pacientes que também não foram atendidos. “Eu não tenho como pagar uma consulta”, reclamou.

Neves afirmou que está preocupado com a possibilidade de o tratamento da filha ser interrompido. Segundo o aposentado, a dona de casa foi consultada pela última vez em outubro do ano passado e o remédio controlado que ela utiliza termina nessa quinta-feira.

“Isso é uma falta de respeito com o ser humano. A gente não tem receita e se for em médico particular, o custo é alto e o preço da medicação é alta também. Eu não tenho condições de pagar porque sou aposentado”, disse.

Suzely da Rocha Neves sofre de depressão e faz tratamento psiquiátrico no Ambulatório de Saúde Mental de Franca (SP) há 12 anos (Foto: Márcio Meireles/ EPTV)Suzely da Rocha Neves diz que faz tratamento contra depressão há 12 anos (Foto: Márcio Meireles/ EPTV)

O Ambulatório de Saúde Mental atende cerca de 60 pacientes por semana. Sem psiquiatras na unidade, as consultas estão sendo canceladas. Não há previsão para reagendamentos porque a Prefeitura informou, em nota, que está aguardando a homologação de um concurso público para convocar novos médicos.

“Eu acho injusto com as pessoas que são atendidas. Eles disseram que os médicos pediram demissão, que é livre-arbítrio das pessoas pedirem demissão. Mas, como a gente fica? A minha pressão sobe direto sem medicamento”, reclamou Ana Lúcia dos Reis Matos, que também só foi informada sobre o cancelamento da consulta na manhã desta quinta-feira.

Novos médicos
Em nota, a Prefeitura de Franca informou que além dos sete médicos que pediram demissão, outros três – um deles psiquiatra infantil – que foram aprovados em processo seletivo e concurso público não assumiram as vagas.

Segundo a administração municipal, as receitas dos pacientes estão sendo feitas por clínicos gerais, neurologistas e médicos que fazem apoio matricial na rede pública em saúde mental. O atendimento emergencial está sendo realizado no Pronto Socorro Dr. Álvaro Azzuz

Por fim, a Prefeitura comunicou que “está trabalhando para normalizar o atendimento o mais rápido possível” e que aguarda a homologação de concurso público para convocar três médicos psiquiatras.

Sem denúncias
O conselheiro Ulisses Menicucci, representante do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), disse que ainda não recebeu denúncia de pacientes em relação ao problema e que aguarda a solução do caso por parte do governo municipal.

Pacientes que tinham horário agendado desde o final do ano passado, voltaram para casa sem atendimento (Foto: Márcio Meireles/ EPTV)Pacientes voltaram para casa sem atendimento nesta quinta-feira (21) (Foto: Márcio Meireles/ EPTV)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s