Ministério da Saúde emite nota sobre novo coordenador de saúde mental

O Ministério da Saúde emitiu, hoje à tarde, uma nota sobre a nomeação do médico psiquiatra Valencius Wurch Duarte Filho para o cargo de coodenador geral de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas. Hoje, à tarde, centenas de pessoas protestaram no Centro do Rio contra a escolha de Valencius, considerado, pelos manifestantes, um “retrocesso” na política nacional de Saúde Mental. Ele foi diretor clínico do manicômio de Paracambi, onde, segundo o representante do Conselho Regional de Psicologia Alexandre Gil e outras lideranças do movimento, havia graves violações de Direitos Humanos e mortes por negligência.
Segue a nota na íntegra:
“A Política Nacional de Saúde Mental desenvolvida pelo Ministério da Saúde tem por objetivo consolidar um modelo de atenção à saúde aberto e de base comunitária, promovendo a liberdade e os direitos das pessoas com transtornos mentais.
Em consonância com a Reforma Psiquiátrica (Lei 10.216/2001), o governo federal tem impulsionado a construção de um modelo humanizado, mudando o foco da hospitalização/segregação e promovendo tratamento às pessoas com transtornos mentais e decorrentes do uso de álcool e drogas com base em um modelo de cuidados voltados para a reinserção social, a reabilitação e a promoção de direitos humanos.
ADVERTISING

A escolha do novo coordenador de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas, o médico psiquiatra Valencius Wurch, vem reforçar essa política. Wurch participou das discussões que culminaram na Reforma Psiquiátrica, amplamente debatida pela sociedade e aprovada pelo Congresso Nacional. O Ministério da Saúde considera a Reforma Psiquiátrica uma conquista do setor e não admite retrocessos na política em desenvolvimento. Ainda, deve ser observada que sua implementação está garantida por lei, que prevê assistência multiprofissional e estruturas adequadas para a complexidade do setor, o que requer desde a atenção ambulatorial até os leitos de retaguarda nos hospitais gerais.
O novo coordenador atua há 33 anos na saúde pública, tendo ingressado no Ministério da Saúde após a extinção do antigo Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social (INAMPS). Entre 1993 e 1998, Valencius foi diretor da Santa Casa de Saúde Dr. Eiras, onde trabalhou em prol da humanização do atendimento na unidade. Além da prática médica, Wurch também atuou na área acadêmica, exercendo a função de professor de psiquiatria e coordenador de Internato e Residência da Universidade Federal Fluminense (UFF)”

Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/rio/ministerio-da-saude-emite-nota-sobre-novo-coordenador-de-saude-mental-18293855.html#ixzz3uiIApX7c

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s