Justiça obriga município a continuar o tratamento de menino com Síndrome de Down

Justiça obriga município a continuar o tratamento de menino com Síndrome de Down

A recente reclamação de uma mãe do Bairro Sebastião Amorim em Patos de Minas, contra a atitude da secretaria municipal de saúde que se recusava a levar o filho para consultas em Belo Horizonte deixou a população indignada. O garoto de 7 anos tem síndrome de down e problemas cardíacos, além de complicações na visão que podem deixar a criança cega, caso não continue com o tratamento. Depois da reportagem ela conseguiu o apoio de uma advogada que entrou na justiça obrigando o município a cumprir a obrigação.

O caso do menino Fausto Leonardo, foi publicado aqui no Patos Já, e mostrado também nos telejornais da NTV. O tratamento com especialista começou a ser feito em Belo Horizonte, mas a ida até a capital mineira tem sido um drama. A secretaria municipal de saúde não queria levar o garoto alegando que o tratamento era particular.

Sem condições financeiras e com uma consulta marcada para o dia 16 de dezembro, a mãe, Marli Aparecida, apelou para o bom senso. Após a exibição da reportagem, ela conseguiu uma advogada que sensibilizada com o caso, entrou na justiça com pedido de liminar para que o município fizesse o transporte do paciente. O pedido foi aceito e o município terá que providenciar o transporte do pequeno paciente. Mesmo sendo apenas para uma consulta, a mãe já considera uma vitoria poder levar o filho ao especialista.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s